Desenvolvimento Humano na RMR - Portal Abreu e Lima em Destaque

Notícias

Portal  Abreu e Lima em Destaque

O maior Portal de Notícias da cidade de Abreu e Lima-PE

test banner

Post Top Ad

test banner

Post Top Ad

test banner

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Desenvolvimento Humano na RMR

O Recife tem o mesmo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do México, ou seja 0,797, conforme constatou o Atlas de Desenvolvimento Humano, elaborado na Região Metropolitana do Recife (RMR) pela Prefeitura do Recife, e lançado, quarta-feira, na sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Este município ocupa o segundo lugar entre os demais objeto da pesquisa.   
O trabalho faz uma radiografia das disparidades existentes na RMR, apurando que o melhor resultado pertence ao Município de Paulista (0,799) igual ao da Letônia, no Leste Europeu.

Seguem-se, respectivamente, Olinda (0,792), igual à Cuba; Jaboatão (0,777) nivela-se à Bulgária; Itamaracá (0,743) comparável ao das Ilhas Maldivas; Abreu e Lima (0,730), o mesmo do Equador; Igarassu (0,719), correspondente ao do Irã; o Cabo de Santo Agostinho e São Lourenço da Mata, com 0,707 (Guiana); Itapissuma (0,695) equivalente ao da África do Sul; Moreno (0,693), à Síria; Ipojuca (0,658), nivelado ao da Mongólia; Araçoiaba (0,637) ao do Gabão; o da RMR (0,767) ao da Venezuela; e, por fim, o Estado de Pernambuco, com 0,705, que se iguala ao de El Salvador.

As grandes diferenças foram encontradas não somente entre os municípios, mas, principalmente, dentro deles. As análises refletem a realidade socioeconômica e as condições de vida dos seus habitantes, levando em consideração, condições que vão além dos limites geográficos dos municípios e bairros na RMR. Incluem-se, nesse contexto, as Unidades de Desenvolvimento Humano (UDH), áreas que apresentam formas semelhantes de habitação, desenvolvimento e paisagem natural, dados que ajudaram a diagnosticar as disparidades internas de cada município estudado no referido trabalho.
São poucas, como era de se prever, as exceções superiores à média dos Índices de Desenvolvimento Humano comprovados. A Prefeitura do Recife observou que 4 UDHs da RMR, em 2000, eram mais elevadas ou iguais ao da Noruega – um dos maiores do mundo -, consoante reconhecimento da Organização das Nações Unidas. Situam-se em Piedade, na orla de Jaboatão; Boa Viagem, na orla do Pina e próximo à avenida Herculano Bandeira; Graças, Aflitos, Derby e Espinheiro; e a orla de Candeias (Jaboatão).

Os mais baixos da RMR estão localizados em Suape, área rural de Ipojuca, Camela, N.S. do Ó, Massaranduba, engenhos na área rural de Moreno, Juçaral e Pirapama (área rural do Cabo de Santo Agostinho), os quais se igualam ao de Botsuana, país da África Meridional.
O Atlas de Desenvolvimento Humano na RMR é um instrumento atual e realista para ajudar na luta pela superação das desigualdades sociais e econômicas que nos afligem, valendo salientar que o Recife abriga residentes da mais alta escala de poder aquisitivo e os mais pobres da Região Nordeste, razão pela qual o esforço de reduzir as diferenças deve ser redobrado pelos poderes públicos, empresas, diversos setores e a sociedade civil, em geral.


Fonte: http://www.folhape.com.br/index.php/caderno-cidadania/651711-editorial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner