ESTUDOS DIZEM QUE A MURIÇOCA É POTENCIAL TRANSMISSOR DE ZIKA

Foto internet
Um estudo inédito feito pela Fundação Oswaldo cruz, apresentado nesta quinta – feira (21), no Rio de Janeiro aponta que o Mosquito Culex quinquefasciatus, a famosa muriçoca ou pernilongo doméstico, é um potencial transmissor do vírus zika. Antes só se havia certeza da transmissão pelo Aedes aegypti.

A pesquisa foi conduzida pela Fiocruz Pernambuco na Região Metropolitana do Recife, onde a população do Culex é cerca de 20 vezes maior do que a população de Aedes.

Os resultados identificaram a presença de Culex quinquefasciatus infectados naturalmente pelo vírus zika em três dos 80 grupos de mosquitos analisados. Em duas amostras, os mosquitos não estavam alimentados, demonstrando que o vírus estava disseminado no organismo do inseto e não em uma alimentação recente num hospedeiro infectado.


A Fiocruz ainda reforçou que o risco de contágio no Rio durante a Olimpíada é baixo, de acordo com entrevista dada à BBC. A pesquisa não encontrou mosquitos Culex no Rio infectados.

Por Wellington Santana