OPERAÇÃO DO IPEM-PE RECOLHE 1.700 ITENS ESCOLARES NO COMÉRCIO DO RECIFE


Primeiro dia de fiscalização de materiais escolares realizada pelo Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem-PE), órgão vinculado à secretaria de Desenvolvimento Econômico do estado, recolheu 1.700 itens. A operação "Voltas às Aulas", que tem como objetivo assegurar que os materiais escolares comercializados na cidade mantenham a garantia de qualidade exigida pelo Inmetro, começou nessa segunda-feira. 

A fiscalização, que se estende até esta quinta-feira (4), visitou ontem estabelecimentos comerciais no bairro da Boa Vista e em um shopping da Zona Sul do Recife. Durante a fiscalização, 1700 itens escolares, como colas, marcadores de texto, estojos, lápis, corretivos e canetas esferográficas, foram apreendidos.

De acordo com o Instituto, é obrigatória a certificação do Inmetro em apontadores, borrachas, hidrocor, colas (líquidas ou sólidas), estojos que apresentem motivos ou personagens infantis, marcadores de texto, tesoura de ponta redonda, pasta com aba elástica e lápis (exceto os definidos em suas embalagens como de uso artístico).

As empresas autuadas têm até dez dias para apresentar defesa à Divisão Jurídica do Ipem-PE, que definirá a penalidade, variando de advertência à multa de R$ 100,00 a R$ 1,5 milhão.

Fonte: NE10