LAUDO DA DEFESA CIVIL DE ABREU E LIMA CONDENA HOSPITAL SÃO JOSÉ E SUGERE SUA DEMOLIÇÃO.

Especialistas da Defesa Civil da Prefeitura de Abreu e Lima, concluíram que o prédio localizado às margens da BR 101 em Abreu e Lima, e abandonado desde 2009 por seus proprietários, não tem capacidade de ser utilizável para qualquer atividade, devido ao comprometimento do prédio em toda sua extensão. O documento foi endereçado ao Ministério Público do município, que acatará ou não, a decisão.
No início do mês, a Prefeitura de Abreu e Lima, por meio da Secretaria de Obras e Defesa Civil, realizou uma vistoria nas dependências do Hospital São José, desativado há mais de seis anos na cidade. A intenção do Governo Municipal inicialmente foi vedar com alvenaria, todas as janelas e portas que dão acesso ao prédio. Mas, com a decisão do laudo que sugere a demolição do prédio, a Prefeitura deverá aguardar a decisão do MP.
Segundo o Procurador Geral de Abreu e Lima, Raphael Monteiro, por se tratar de um imóvel de propriedade particular, a Prefeitura de Abreu e Lima só poderia intervir no mencionado imóvel depois de intimados os proprietários, que se mantiveram inertes e, principalmente, com o respaldo do Ministério Público, que se deu através da realização de duas audiências públicas.
A ação na época envolveu ainda, uma equipe da Vigilância Ambiental da cidade e o reforço de homens da Polícia Militar. O diretor da Defesa Civil Municipal, Junior Lopes, durante relato em laudo apresentado, cita que a edificação está abandonada e em estado crítico, com estrutura comprometida. No documento ainda, o laudo diz que não existia manutenção no local e que as ferragens se encontram aparentes, podendo o imóvel vir a desabar.


Foto: Carlos da Hora
Fonte: Facebook da Prefeitura Municipal de Abreu e Lima