RAJADAS DE VENTO CAUSAM PREJUÍZO NO GRANDE RECIFE

Tapumes que demarcavam o espaço dedicado ao letreiro com o nome Recife caíram durante a manhã. Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press

Ainda faltam duas semanas para Agosto começar. Mas os ventos mais fortes que costumam marcar o mês já começaram a chegar ao Grande Recife. Nesta quinta-feira (16), as rajadas, combinadas com a chuva que começou a cair durante a manhã, foram responsáveis pela queda de árvores em pelo menos três bairros da capital, de um poste no Janga (Paulista) e um tapume no Recife Antigo.

Uma árvore caiu na continuação da Rua Santos Dummont, junto à Praça do Rosarinho, na Zona Norte da capital. Por ter atravessado a via, impediu a passagem de carros. Outra árvore caiu na Rua da Regeneração, junto à Rua Nereu Ramos, no bairro do Arruda. Pelo menos um carro foi atingido, mas ninguém ficou ferido. Uma equipe da Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana foi encaminhada ao local para fazer a retirada da árvore. Já na Avenida Beira Rio, na Torre, houve o registro de queda de galhos.

No Marco Zero, os tapumes que demarcavam o espaço dedicado ao letreiro com o nome Recife caíram durante a manhã por conta dos fortes ventos. O letreiro foi retirado para reforma na semana passada e deve ser entregue no prazo de trinta dias. A reforma vai custar R$ 23,5 mil.

De acordo com a Agência Pernambucana de Água e Clima (Apac), as rajadas mais fortes são resultado da interação de um sistema chamado Anticiclone do Atlântico Sul. Ventos que vêm do sul do Oceano Atlântico se encontram com outros que vêm do leste. Na quarta-feira (15), a Capitania dos Portos já havia emitido um alerta de mau tempo para marinas, portos, agências marítimas e colônias de pescadores sobre a possibilidade de ondas de até quatro metros em alto-mar nesta quinta. 

As ondas gigantes devem acontecer nos trechos ente os municípios de Caravelas, na Bahia, e Touros, no Rio Grande do Norte. A Marinha orienta os navegantes a verificar todo o material de salvatagem, motores, casco, esgoto, além dos itens de segurança, como o rádio. A Capitania também orientou que embarcações de pequeno porte não navegue nesses dias.

O alerta da Capitania dos Portos vale até o domingo (19). Se houver necessidade, os navegantes podem ligar para a Capitania ou para o Salvamar Nordeste através do número 185.

Fonte Diário de Pernambuco