GREVE, DE QUE LADO FICA O POVO?

Fonte Internet
Nos últimos anos tivemos grandes greves, com repercussão negativa nas cidades, como a de Abreu e Lima que foi destaque nacional, por conta dos furtos na greve da PMPE, mais será que nesse episódio só o povo que estava errado? Quando a polícia, rodoviários, médicos, professores entram em greve eles reivindicam o direitos deles, no mesmo momento em que ferem os nossos, no momento em que deflagram greve perdemos nossa segurança, locomoção para irmos a hospitais, trabalho, escolas, perdemos o direito a cuidar da nossa saúde por mais que o sistema já esteja frágil, perdemos o direito de ver nossos filhos na escola, com reposição de aula em menor escalar ou até sacrificando os fins de semana que temos com nossos filhos, a nossa educação é apenas a 60º na escala mundial, conforme correio brasiliense.


 Pela OCDE (organização para a cooperação de desenvolvimento econômico) de 36º países avaliados somos 35º estamos a frente apenas do México (fonte: Veja). Estamos presos a governos tanto políticos como sindical, que nos oprimem em buscar uma melhoria para si próprio, em nunca pensar no povo, ou depois do reajuste o motorista deixar de queimar parada? Ou médico tratar melhor seus pacientes em hospital público? , Simplesmente eles continuam do mesmo jeito, nos destratando, nos pisoteando assim como fazem nossos governantes, o que precisamos é de reforma urgente, reforma política reforma sindical, enxugar esses sindicatos que só pensam em eleição, e destituir presidentes de sindicatos que tenha cargos políticos, ou tenha sido eleito a mandado como vereador e deputado, para quando pensar numa greve eles também pensarem que o mais prejudicado é a população, e não fiquem presos a laços políticos e contra o povo, e lembrar que estamos passando por um dos momentos mais complicados da nossa história.

Por Esdras Laurentino