CANDIDATA SOFRE ACIDENTE EM TESTE PRÁTICO DO DETRAN NO RECIFE



 Candidata colidiu em parede de uma sala de atendimento ao público
 Foto: Sindetran-PE/Facebook


Sala teve parede danificada
Foto: Sindetran-PE/Facebook
Uma candidata que tentava tirar sua primeira habilitação sofreu um acidente na tarde desta quarta-feira (29), na sede do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE). Ela perdeu o controle do veículo ao descer a rampa no teste prático, na pista da sede do órgão, no bairro da Iputinga, Zona Oeste do 
Recife. Na colisão, o carro atingiu a parede de uma sala de atendimento ao público, que ficou danificada. Apesar do susto, ninguém se feriu.

O sindicado que representa os servidores do órgão afirma, no entanto, que o acidente poderia ter sido evitado se uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) fosse cumprida. A norma é a 168/2004, que prevê, no artigo 15, que o exame de direção deve ser feito em veículos com duplo comando de freios.



Apesar do susto, ninguém se feriu
Foto: Sindetran-PE/Facebook
"Vez ou outra acontecem acidentes, principalmente no interior [do Estado], onde não há pátio de exames. Às vezes os candidatos batem os carros e quebram muros de casas. Dessa forma, correm riscos os candidatos e os servidores. Quando perdem o controle dos carros, qualquer coisa pode acontecer", afirmou uma funcionária do Detran-PE que preferiu não se identificar.

Por não cumprir essa resolução, o Detran-PE foi proibido por um dia, no mês passado, de fazer as provas práticas para a categoria B, referente à direção de carros comuns. A decisão foi resultado de uma liminar da juíza Mariza Silva Borges, da 3ª Vara da Fazenda Pública. Porém, no dia seguinte, o próprio Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) suspendeu a medida. 

De acordo com a assessoria de imprensa do Detran-PE, não há previsão para que os veículos usados nos exames passem a ter comando duplo de freios. Os carros são alugados. Se a norma for seguida, um avaliador irá acompanhar os testes de dentro do veículo, junto aos candidatos, e poderá acionar o segundo freio em caso de emergência.

Fonte NE10