FAMILIARES E AMIGOS SE DESPEDEM DA CANTORA SELMA DO COCO EM OLINDA


Familiares, amigos e nomes da cultura pernambucana se despediram da cantora Selma do Coco, neste domingo (10), em velório realizado no Clube Vassourinhas, no Sítio Histórico de Olinda, Grande Recife. A despedida de Selma, que detinha o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco, teve a presença do boneco gigante que Silvio Botelho confeccionou há 19 anos e referências ao coco, ritmo que a cantora teve papel fundamental em divulgar Brasil afora. Após o velório, o corpo segue em cortejo pelas ruas de Olinda, acompanhado de música. O enterro ocorreu no Cemitério de Guadalupe.
Selma do Coco, 85 anos, faleceu no sábado (8) depois de ter sofrido "uma parada cardíaca, sendo reanimada, e seguida por falência múltipla de órgãos", segundo nota divulgada pelo Hospital Miguel Arraes, no Grande Recife. A cantora estava internada na unidade de saúde há 28 dias, para onde foi levada após fraturar o fêmur.

O velório ficou cheio de familiares e admiradores. Selma teve três filhos, uma menina que morreu ainda bebê e outros dois homens, que também já faleceram. A cantora ainda criou mais catorze sobrinhos, todos considerados filhos, e diversos netos e bisnetos.  "Ela vai deixar muita saudade porque era a mãe de todos nós. Ela passava uma energia muito boa para todo mundo. Até os últimos dias, antes da queda, ela ainda brincava e cantava o seu coco", contou Aurinha do Coco, nora de Selma e que conviveu com ela até os últimos dias.

Fonte G1 PE