SURFISTA NÃO FOI FERIDO POR TUBARÃO, DIZ IML

Jovem ficou ferido na praia Del Chifre, em Olinda
A dúvida sobre o que causou o ferimento na coxa do surfista Diego Gomes Mota, de 23 anos, na última terça (31), na praia Del Chifre, permanece. A análise feita pelo Instituto de Medicina Legal (IML) apontou que a lesão não foi causada pela mordida de um tubarão, contrariando o que a vítima afirma, mas indo ao encontro do que é defendido por especialistas. Por enquanto, é possível concluir, apenas, que o jovem foi vítima de um animal marinho não identificado.
O laudo traumatológico levou em conta as características do ferimento, que é retilíneo, e não oval. "A lesão tem bordas muito regulares. Não é de um instrumento corto contundente como um dente. O dente do tubarão é pontiagudo, em fileira. Quando um tubarão crava, ele não corta, ele tira o pedaço. Não me parece ser de tubarão”, atestou o diretor do IML, Antônio Barreto. A avaliação foi feita por meio de fotos da ferida momentos depois do incidente e de uma visita ao paciente nesta quarta-feira, quando Diego já tinha passado por uma limpeza do corte e suturado o ferimento.
O IML também descartou ainda que Diego tenha sido vítima de um jacaré, possibilidade que também chegou a ser apontada. O que pode ajudar a esclarecer o que ocorreu na praia, que fica em Olinda, no Grande Recife, é a análise da prancha da vítima, que já passou pelas mãos de técnicos da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). O Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit) deve chegar a uma conclusão até a próxima segunda-feira (6).
Estado de saúde
O jovem Diego Mota permanece com bom estado de saúde, segundo o Hospital Miguel Arraes, onde ele está internado. De acordo com boletim médico divulgado à noite, “o paciente aguarda a avaliação de um cirurgião plástico para a definição da necessidade de novas intervenções cirúrgicas ou alta hospitalar”.

O surfista deu entrada na unidade de saúde, que fica em Paulista, no Grande Recife, na tarde da última terça-feira. Ele está “consciente e orientado”. “Não houve perda da função do membro” ferido. Um novo boletim sobre o estado de saúde da vítima será divulgado na manhã desta quinta-feira (2).
Fonte Folha PE