EM PE, POLÍCIA APREENDE 750 KG DE CARNE DE JUMENTO

Foram encontrados também 22 animais prontos para o abate.

Operação foi realizada nesta quarta (31), na cidade de Paulista.


Carne foi apreendida em operação da Polícia Militar e Vigilância Sanitária de Paulista.
(Foto: Divulgação/Polícia Militar de Pernambuco)

A Polícia Militar de Pernambuco, através da Companhia Independente de Policiamento do Meio Ambiente (Cipoma), apreendeu 750 kg de carne de jumento, imprópria para o consumo, além de 22 animais que seriam abatidos e duas armas de fogo. As apreensões foram realizadas em operação nesta quarta-feira (31), em Paulista, no Grande Recife, com o apoio da Vigilância Sanitária do município.
Os animais foram encontrados num abatedouro clandestino na Estrada de Mumbeca, nas proximidades do Sítio do Picapau Amarelo, na zona rural do município, assim como as duas armas apreendidas - um revólver calibre 38 e uma espingarda. As unidades realizaram o resgate dos animais, que estavam prontos para o abate.
Já a carne foi apreendida no Mercado Público do Córrego do Jenipapo, onde o alimento era comercializado. De acordo com o Cipoma, a carne era ainda distribuída para os mercados públicos de Afogados e de Prazeres, além de ser fornecida a restaurantes do bairro de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife.
Durante a operação, dois homens foram apontados como suspeitos. Um deles estava no casebre do abatedouro, e seria o responsável pelo abate. Já o outro homem seria o fornecedor da carne para os mercados. Os suspeitos prestam depoimento na Delegacia de Paulista ainda nesta quarta-feira (31).
De acordo com o Cipoma, a ação já estava sendo monitorada pela polícia. "Inclusive hoje seria feita essa distribuição ilegal de carne de jumento", aponta o capitão Lúcio Flávio, responsável pela operação. Ele explica ainda que os animais serão doados para a população carente de outros municípios, enquanto a carne será incinerada.
Fonte G1 PE