ARMANDO É CRITICADO POR ELEITORES AO TENTAR PASSAR À FRENTE E RESOLVE FICAR NA FILA

Embora tenha prioridade, o candidato ao Governo de Pernambuco pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro (PTB), resolveu esperar na fila da escola Menino Jesus, em Boa Viagem, zona sul do Recife, sua vez de votar.

Acompanhado da esposa, Mônica Guimarães, e dos candidatos da chapa Paulo Rubem (PDT, vice) e João Paulo (PT, Senado), Armando ainda tentou ir diretamente à urna, mas foi criticado pelos demais eleitores e resolveu aguardar.

A Lei garante que candidatos que concorrem na eleição podem seguir direto para a urna, sem que seja necessário enfrentar a fila. Também têm direito a passar na frente gestantes, deficientes físicos, idosos e mulheres amamentando, com crianças de colo.

Na fila, o senador falou rapidamente com a reportagem da Rádio JC News sobre o pleito. “Estou aguardando aqui para votar no momento certo. O contato com o eleitor é sempre bom e estimulante”, disse.

Confusão:Depois de Armando, que votou no colégio Menino Jesus, no bairro de Boa Viagem, zona Sul do Recife, foi a vez de seu vice na chapa, Paulo Rubem (PDT), que vota em outro colégio de Boa Viagem.

Ao chegarem ao local da seção eleitoral de Rubem, houve uma confusão entre os eleitores e o motorista dos candidato, que havia estacionado na vaga reservada para idosos e deficientes físicos.

Revoltados, os eleitores informaram a infração aos fiscais do TRE, mesmo assim, o motorista só tirou o carro da vaga depois da chegada dos policiais federais.

Com informações de Marina Padilha, do NE10