ESTUDANTES DE ABREU E LIMA SÃO PREMIADOS COM PROJETO NA USP


Elas viajaram com o apoio da Prefeitura de Abreu e Lima

A macaíba, fruta típica do Nordeste, pode ser uma excelente aliada no combate à desnutrição. Três alunas da Escola de Referência Maria Vieira Muliterno, situada no Alto da Bela Vista, Abreu e Lima, apresentaram um projeto que utiliza a farinha da macaíba como fonte de alimento durante a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), promovida pela Universidade de São Paulo (USP), obtendo o quarto lugar em nível nacional. As alunas viajaram com o apoio da Prefeitura Municipal de Abreu e Lima. “Fomos a única delegação que contou com o apoio de uma prefeitura municipal”, revela Paloma Luíza.
Elda Priscila da Silva Souza (16 anos), Maria Aline Silva da Costa (17) e Paloma Luíza de Souza França (16) desenvolveram o projeto através de pesquisas e com a ajuda de pessoas que costumam incluir a macaíba em suas dietas.
“Descobrimos que a macaíba é rica em nutrientes como potássio, manganês, ferro, zinco, vitamina A e possui aminoácidos que não são produzidos pelo corpo humano, como valina, tiamina e isoleucina”, explica Elda Priscila.
As alunas elaboraram um livro de receitas à base do produto, que inclui sorvete, bolo, doce e suco, ente outras iguarias. “A farinha de macaíba pode ser utilizada como complemento nutricional em vários pratos”, diz Maria Aline.
FEBRACE
A Febrace é um movimento nacional de estímulo ao jovem cientista, que todo ano realiza na USP uma grande mostra de projetos. A entidade assume um importante papel social incentivando a criatividade e a reflexão em estudantes da educação básica, através do desenvolvimento de projetos com fundamento científico, nas diferentes áreas das ciências e engenharia.

Fonte Facebook da Prefeitura de Abreu e Lima