FILHO DE PELÉ É CONDENADO A 33 ANOS DE PRISÃO POR ENVOLVIMENTO COM TRÁFICO DE DROGAS

Edinho teve uma carreira breve, obtendo seu melhor momento no Santos, quando foi vice-campeão brasileiro em 1995.
Foto: Santos FC/ Divulgação
Decisão tomada pela 1ª Vara Criminal de Praia Grande, em São Paulo, condenou neste sábado (31) o ex-goleiro, atual treinador de goleiros dos Santos e filho de Pelé, Edinho do Nascimento a 33 anos e quatro meses de prisão por lavagem de dinheiro relacionado a tráfico de drogas.

Além do filho de Pelé, outras quatro pessoas receberam penas idênticas, entre elas o traficante e chefe da operação, Naldinho, que também está foragido há mais de cinco anos.

Edinho foi detido em 2005 junto com outras 50 pessoas numa operação da Polícia Federal para acabar com um quadrilha de traficantes de drogas ligada as facções criminosas PCC e Comando Vermelho. Antes deste período, ele chegou a ser condenado a seis anos de prisão por homícidio, devido a envolvimento com rachas no início da década de 90. A setença foi anulada e ele conseguiu um habeas corpus também em 2005.

Do NE10