PREFEITURA DECRETA PONTO FACULTATIVO EM ABREU E LIMA

A Prefeitura de Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife (RMR), decretou ponto facultativo nesta quinta-feira. De acordo com a administração municipal, a medida foi tomada devido à insegurança que se instalou na região, diante da greve dos policiais militares. O objetivo da prefeitura seria preservar a população de qualquer ato de violência.

Na manhã de hoje, o clima na cidade é de destruição. Há informações sobre novos casos de saques a supermercados no bairro de Caetés.

 No início na tarde desta quarta-feira, um protesto transformou o município em um verdadeiro cenário de guerra civil. Com o bloqueio no trânsito, feito com galhos no quilômetro 50 da BR-101 sentido Recife, o congestionamento alcançou Igarassu. Populares aproveitaram a situação para depredar ônibus e saquear caminhões e lojas.

Um ônibus da empresa Itamaracá chegou a ser incendiado. De acordo com a assessoria de imprensa da empresa, o motorista e o cobrador conseguiram conter as chamas, mas, insatisfeitos, os populares depredaram e destruíram todo o veículo. Caminhões de bebidas e salgadinhos foram saqueados e nem mesmo o carro dos Correios escapou. Levaram cartas e caixas em busca de dinheiro e produtos de valor.

Comerciantes tentaram se proteger fechando as portas mais cedo, no entanto, foram surpreendidos por arrombamentos. As lojas Insinuante e Laser Eletro foram algumas das atingidas. O relato de quem passou pelo local não deixa dúvidas sobre o grau de desordem e violência.

Segundo informações não oficiais, o motivo do protesto teria sido o atropelamento de um idoso nesta quarta-feira.

Via Diário de Pernanbuco