MAIS DE 20 ÔNIBUS FORAM DEPREDADOS DURANTE SAQUES EM ABREU E LIMA

Os dois dias de greve dos policiais e bombeiros militares também deixaram marcas no transporte público. Por conta da falta de policiamento, vários ônibus foram depredados na Região Metropolitana do Recife (RMR). Nesta quinta-feira (15), durante uma ação de saques a lojas na avenida Presidente Kennedy, em Olinda, passageiros dos ônibus que passavam pelo local tiveram que se proteger para não serem atingidos por pedras e estilhaços de vidro. A presença de tropas do Exército e da Força de Segurança Nacional, que chegaram ao Estado durante a manhã, impediu que as ações criminosas tomassem uma proporção maior.
Em Abreu e Lima, no entanto, a situação foi mais grave. Segundo a Itamaracá Transportes, empresa de ônibus detentora de boa parte das linhas que atende a região, 25 coletivos foram danificados, a maior parte na onda de saques que tomou conta do centro do município na última quarta-feira (14). Um dos ônibus da empresa chegou a ser invadido e atravessado na BR-101 Norte para impedir o tráfego de veículos, facilitando a ação de vândalos. Outro chegou a ser incendiado, mas as chamas foram rapidamente controladas pelo motorista e pelo cobrador.
Ainda de acordo com a Itamaracá Transportes, apesar dos danos, nesta quinta-feira, apenas três veículos ficaram impossibilitados de sair da garagem depois dos estragos. Já a assessoria de imprensa do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros no Estado de Pernambuco (Urbana-PE) disse não ter um balanço oficial dos danos sofridos por ônibus de outras empresas. O montante do prejuízo também não foi divulgado.
Fonte:Folha PE