CELPE PEDE AUTORIZAÇÃO, E AUMENTO NA CONTA DE LUZ PODE PASSAR DOS 18%

Empresa aponta "despesas extraordinarias" como Motivo de reajuste


A Conta de Energia dos pernambucanos Ficara Mais Cara. A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) solicitou à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) o reajuste de 18,13% na tarifa Paga Pelos Consumidores. Um principal justificativa apresentada Pela Celpe E de Opaco o Índice Abrange como despesas extraordinarias feitas Pela distribuidora com a Compra de Energia no Mercado de Curto Prazo, Que Custa Mais caro par a Empresa. O pleito Será, será analisado Pela Agência reguladora, Que Devera apresentar o percentual definitivo na Próxima terça-feira. O reajuste, Opaco E Realizado anualmente, passará a vigorar ja não diâmetro 29 Mês DESTE.
According to a Celpe, faça Montante total, a 16,2% São referentes AOS custódio Localidade: Não gerenciáveis ​​Pela Concessionária. Essa parcela CORRESPONDE à Compra de Energia, AOS custódio de Transmissão e Encargos Setoriais EAo. Custódio de Os gerenciáveis ​​Pela Celpe, Que dizem Respeito uma Manutenção da Rede Das ea Cobranças Contas, Por Exemplo, Serao responsáveis ​​Pelo aumento de 1,93%. "O Que da E chocante E ESTAMOS MUITO mal Que da servidos. Se Formos comparar a Qualidade DO SERVIÇO com o reajuste, E UM TAPA na Cara. ELES pedem Três Vezes Mais Que fazer um Inflação (5,87%, Segundo o IPCA), MESMO COM UM pelo Lucro Líquido de R $ 106,7 Milhões los de 2013 ", o professor criticou o da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Especialista fazer Setor Energético, Heitor Scalambrini.
Em 2013, a uma tarifa parágrafo OS Consumidores Residenciais do Estado Teve hum acréscimo de 0,79%, Resultado da REVISÃO tarifária Periódica da Celpe. Nessa situacao, Que ocorre um CADA Quatro Anos, o reajuste E Determinado Exclusivamente Pela Aneel. JA EM 2012, a Concessionária solicitou hum acréscimo de 8,22%, tendão Sido Autorizada a repassar 5,41%. A Conta Feita Pela Aneel parágrafos custódio Aumentos Concedente OS consideração OS that uma distribuidora Teve com Compra e Transporte de Energia, o Pagamento dos Encargos Setoriais ea atualização fazer Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) dos Últimos 12 Meses.
CRISE  - As Distribuidoras TEM Tido Gastos Maiores nn ULTIMOS Meses POR Causa da Queda não do Nível de Água dos Reservatórios das hidrelétricas, responsáveis ​​POR 80% da Geração da Energia do País. Com a diminuição na Oferta de Energia Elétrica n º s Leilões, ELAS precisaram recorrer como termelétricas e à Compra nenhuma Mercado de Curto Prazo, tradicionalmente Mais Caros Opaco O Primeiro Sistema fazer. Este Ano, Por Exemplo, o Preço do Megawatt-Hora (MWh) Chegou um no Mercado de Curto Prazo, Recorde valor de R $ 800. Para impedir Que o repasse EAo Consumidores SEJA Feito Este Ano, o Governo Federal anunciou hum Empréstimo previsto em R $ 11,2 Bilhões parágrafo como Concessionárias. O Montante Devera Ser pago POR Meio de aumento na Conta de luz los 2015.
SEJA Como para uma politica parece ter surtido Localidade: Não Tanto a efeito. Prova Disso E Opaco OS reajustes de OUTRAS Empresas, Como da Centrais Elétricas Matogrossenses S / A (Cemat) e da Cemig Distribuição S / A, chegaram a 11,16% e 14,24%, respectively. "O Que a Celpe fez E legal, esta no Contrato. O Que Dá par perceber E Que grande Parte dos repasses dos empréstimos Só deverão, Realmente, vir na Conta de 2015. Será, AINDA Pior parágrafo o Consumidor ", comentou Scalambrini. 
Via Folha PE