PREFEITO DE ABREU E LIMA PODE SER EXPULSO DO PT

Pastor Marcos José teria manifestado apoio à pre-candidatura de Paulo Câmara, do PSB


A direção do PT local decidiu abrir processo para investigar e, caso seja confirmada infidelidade, expulsar o prefeito de Abreu e Lima, Pastor Marcos José, da legenda. A decisão foi tomada ontem à noite (10), durante reunião da executiva, realizada na sede do partido, em Santo Amaro. No último domingo, durante evento da Frente Popular (PSB), o prefeito manifestou apoio à pré-candidatura do secretário da Fazenda, Paulo Câmara, ao governo do estado.

O problema é que o PT ainda não oficializou seu rumo para as eleições estaduais de outubro e há uma divisão no partido. Algumas lideranças de renome defendem a pré-candidatura oposta, a de Armando Monteiro (PTB). A declaração criou uma saia justa dentro do partido. Tanto que a diretoria decidiu abrir o processo de investigação, que terá direito de ampla defesa a Marcos José. 

Procurado pela equipe do Diario, o prefeito de Abreu e Lima não foi localizado até o momento para falar sobre a questão. Segundo a presidente do PT local, deputada estadual Teresa Leitão, existe uma resolução interna que desautoriza os petistas de participarem de palanques de outros partidos. "Isso é vedado aos filiados. Vamos dar ciência a ele dessa norma", disparou.

Fonte:Diario de Pe