MAIS UM SUPERMERCADO DO RECIFE É INTERDITADO PELA VIGILÂNCIA SANITÁRIA

Foram encontrados mais de 400 kg de alimento impróprio para consumo. Extrabom, em Casa Amarela, ficará fechado por dois dias.


O supermercado Extrabom, localizado na Rua Padre Lemos, em Casa Amarela, na Zona Norte doRecife, foi interditado na manhã desta quinta-feira (27) pela Vigilância Sanitária, Procon-PE, Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e Delegacia do Consumidor. De acordo com José Rangel, coordenador geral do Procon-PE, o estabelecimento ficará fechado por dois dias.
"A temperatura da câmara de frios estava acima do indicado e havia  muita sujeira no local. Após o prazo de dois dias, vamos retornar lá para verificar se as exigências foram atendidas e se o mercado pode reabrir", explicou Rangel. Segundo Aldeilza Ferraz, gerente da Vigilância Sanitária do Recife, mais de 400 kg de alimentos impróprios para consumo foram encontrados. "As condições higiênicas desse estabelecimento são precárias. Encontramos mofo nas paredes, o que significa que estão ligando e desligando as câmaras, e achamos até baratas aqui dentro", disse.
Em nota, a direção do supermercado afirmou que irá tomar as medidas necessárias para se adequar ao que está sendo solicitado.
Vigilância Sanitária
Em entrevista para o Bom Dia Pernambuco desta quinta-feira (27), Adeílza Ferraz explicou como os consumidores podem identificar os produtos impróprios para consumo. "Basta olhar para a data de validade. Eu sei que demora um pouco, a pessoa pode estar apressada, mas é importante verificar as datas de produção e validade. Algo para checar são as ilhas onde os alimentos frios ficam expostos. O expositor tem um limite, uma linha, mostrando até onde os alimentos podem ficar, mas eles colocam acima e os alimentos que deveriam ficar congelados estão apenas resfriados", disse Ferraz.

Um problema que tem sido verificado em muitos dos supermercados vistoriados pelo órgão é a parte de frios. "Em alguns estabelecimentos que visitamos, constatamos que as câmaras estavam sendo desligadas durante a noite e outras estavam defeituosas, sem manutenção. Encontramos câmaras que estavam [com temperatura] a mais de 14ºC, ou seja, uma câmara de proliferação de bactéria", informou Adeílza. A gerente da Vigilância informou que se o consumidor tiver alguma dúvida ou observar irregularidades, pode ligar para o órgão através do número 0800 281 1520.
Interdições
O coordenador geral do Procon-PE informou que a ideia é fazer fiscalizações deste tipo todas as semanas. "Vamos visitar todos os supermercados de Pernambuco se for necessário. Eles têm que aprender a respeitar o consumidor. Peixe estragado, carne estragada, camarão estragado. É um absurdo".

Na quarta-feira (27), o supermercado Carrefour de Boa Viagem, da Zona Sul do Recife, foi interditado por três dias devido a irregularidades na sessão de frios do estabelecimento. "Existem vários problemas na parte de frios, carnes e pescados. Encontramos produtos estragados e com validade vencida, impróprios para consumo humano. Alguns estavam sendo expostos fora da temperatura indicada pelo fabricante", informou Geise Belo.
No último dia 19 de março, o supermercado Extra do bairro do Espinheiro, Zona Norte do Recife, também foi interditado. A fiscalização encontrou produtos estragados e com o prazo de validade vencido. No mesmo dia, o Pão de Açúcar da Avenida Rosa e Silva foi autuado por comercializar produtos impróprios para o consumo.
De acordo com o Procon-PE, no sábado (22), os fiscais retornaram ao supermercado Extra do Espinheiro e verificaram que as exigências já tinham sido atendidas. O empreendimento foi reaberto, mas terá que responder a um processo investigativo e pagar multa.
Via G1 PE