METROVIÁRIOS DECIDEM PARAR NO DIA DO GALO DA MADRUGADA

O metrô deverá paralisar as atividades por 24h na próxima sexta-feira e no sábado do desfile do Galo da Madrugada, dia 1º de março. Os metroviários decidiram pela suspensão dos serviços durante assembleia na noite desta terça-feira na Estação Central do Recife. A categoria acusa a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) de não cumprir três itens do acordo assinado nas negociações do ano passado.

De acordo com o Sindicato dos Metroviários de Pernambuco (Sindmetro), as duas paralisações são de advertência para pressionar a empresa a revisar o Plano de Empregos e Salários, ampliar a assistência médico-odontológica e aumentar a segurança nas dependências das estações e trens. “Temos relatos de depredações, agressões a funcionários e assaltos”, detalhou o presidente do Sindmetro, Diogo Morais, acrescentando que os serviços de manutenção, administração e operação de trens deverão parar. Segundo o sindicato, a CBTU sinalizou reforçar a segurança para os dias de Carnaval, mas nada foi oficializado.

Nesta quinta-feira, haverá rodada de negociação na sede da CBTU no Rio de Janeiro, que pode alterar a decisão e evitar a paralisação de advertência. Nesta quarta, os terceirizados da bilheteria prometem cruzar os braços. Os bilheteiros aguardam posicionamento da empresa Dínamo Serviços em relação aos atrasos salariais e na entrega de ticket alimentação e vale transporte.


Do JC