EDUARDO E JOÃO LYRA SILENCIAM APÓS CONVERSA SOBRE A SUCESSÃO

João Lyra assumirá o governo em abril, mas não deve disputar reeleição



Apesar de repetir que o debate em torno da eleição estadual ainda não iniciou, o governador Eduardo Campos (PSB) fechou uma etapa do processo de escolha do candidato à sua sucessão e de apaziguamento do clima de ansiedade que se instalou na legenda, ao conversar com o vice-governador, João Lyra Neto (PSB), na última sexta-feira (7).
Lyra quer ser o postulante - mas não deve ser escolhido - e, nos bastidores, demonstrava insatisfação com o silêncio do aliado. O vice-governador assumirá a gestão em abril, com a desincompatibilização de Eduardo para disputar a Presidência da República.
O encontro foi adiado pelo menos duas vezes por causa do nascimento do quinto filho do governador. Finalmente, a reunião ocorreu na casa de Eduardo Campos, após ele receber a visita da ex-ministra Marina Silva e participar de um debate no Twitter, ao longo de aproximadamente quatro horas. Em entrevista à imprensa, ontem, o governador não relevou o teor da conversa com o vice. Seguindo a discrição do correligionário, João Lyra não atendeu às tentativas de contato da reportagem.
Em entrevista recente, já circulando informações sobre a insatisfação de João Lyra, Eduardo disse que iniciaria o debate da sucessão em conversas com o vice e o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB). Este último esteve com o governador por duas vezes nos últimos 15 dias e na semana passada anunciou que não disputará a reeleição.

Fonte:Jc