OS BURACOS DA BR-101, NO CENTRO, PREJUDICAM TRÂNSITO E COMÉRCIO


Está quase intransitável passar de carros pelo centro da cidade de Abreu e Lima. Os buracos, ao longo da BR-101, que corta todo o município, estão causando transtornos aos pedestres e, principalmente, aos motoristas. Os buracos expostos pelos maus serviços de conservação da rodovia estão, cada vez mais, expandindo-se e, consequentemente, furando pneus e quebrando a suspensão dos carros. Embora saibamos que a competência não é da Prefeitura Municipal de Abreu e Lima, mas do DENIT, cabe aos gestores da cidade fazerem alguma coisa, em caráter de urgência. Do jeito que as coisas então indo não dá para suportar nem um dia. A cidade dos buracos como está sendo apelidada Abreu e Lima, parece que está isolada. Onde estão os vereadores e o presidente da Câmara Municipal? O que está fazendo a Secretária Municipal de Obras? O prefeito Marcos José precisa tomar uma atitude rápida e concreta. Ele deveria cobrar ajuda dos deputados federais Raul Henry e Humberto Costa. Não pode ficar nesta situação.
INSATISFAÇÃO POPULAR
As reclamações estão surgindo por todos os lados. A população cobra uma providência do Poder Público. Mas os mais prejudicados são os comerciantes que estão amargando prejuízo nas vendas, porque as pessoas que vêm de outras cidades, em trânsito, ficam impossibilitadas  de estacionar e fazerem suas compras, consequentemente os donos de lojas estão no prejuízo.
RESPOSTA
A reportagem da Folha Metropolitana procurou a assessoria de imprensa da Prefeitura de Abreu e Lima, para saber as providências que seriam tomadas. A assessoria informou (por telefone) que não compete ao município o conserto da estrada, mas ao Governo Federal.