SANAR

Abreu e Lima se capacita para enfrentamento às doenças negligenciadas
Profissionais da saúde do município de Abreu e Lima,participaram na manhã desta quinta-feira 06 junho, da palestra promovida pela Secretaria Estadual de Saúde sobre Programa de Enfrentamento às doenças negligenciadas (Sanar), no auditório da Escola Polivalente de Abreu e Lima. O evento é aberto para médicos, enfermeiros, agentes das equipes de atenção básica do município, gestores e coordenadores da saúde, que vão saber a situação atual do município sobre o tema.
Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES), até 2014, pretende reduzir ou eliminar as doenças transmissíveis negligenciadas que apresentam indicadores inaceitáveis. São, ao todo, sete doenças negligenciadas, enfermidades tropicais endêmicas que atingem a população de baixa renda das cidades pernambucanas. As ações fazem parte do Programa Sanar, lançado no primeiro semestre de 2011 e que pretende implantar atividades em 108 municípios prioritários. Pernambuco é o primeiro estado brasileiro a desenvolver um programa específico para enfrentamento dessas doenças.
As doenças negligenciadas são aquelas causadas por agentes infecciosos ou parasitas, além de serem consideradas endêmicas em populações de baixa renda. Elas também apresentam indicadores inaceitáveis e investimentos reduzidos em pesquisas, produção de medicamentos e no controle. As que fazem parte do programa de enfrentamento estadual são: tracoma, doença de Chagas, hanseníase, filariose, esquistossomose, helmintíase e tuberculose.