Conheça os encantos turísticos e históricos de Abreu e Lima

Suas trihas são um belo exemplo de que você não precisa ir longe para desfrutar da natureza e viver momentos de lazer, arte, cultura e aventura
Localizada a 16 quilômetros do Recife, a cidade de Abreu e Lima também tem os seus encantos. Um dos maiores atrativos turísticos da região está ligado à natureza e a história do próprio município, fundado há 30 anos em homenagem ao general, escritor, jornalista e político José Inácio de Abreu e Lima, conhecido como Inácio Pernambucano. Ele lutou por 14 anos ao lado de Simón Bolívar, um dos heróis da independência da Venezuela.
Quem visita Abre e Lima, cidade com aproximadamente 100 mil habitantes, não pode deixar de percorrer suas trihas. Elas são um belo exemplo de que você não precisa ir longe para desfrutar da natureza e viver momentos de lazer, arte, cultura e aventura. O que chama mais a atenção é poder encontrar nelas vestígios marcantes da passagem dos holandeses pela Região. O novo atrativo turístico-cultural foi de chamado de Trilhas de Abreu e Lima.

Os três caminhos ecológicos que compõem o cenário turístico local receberam os nomes de: Ruínas de São Bento e Córrego do Ouro; Ruínas do “Forno de Cal”; e, Porto Jatobá ao Rio Timbó. Cada uma delas tem sua peculiaridade e potencialidade. Além de um lindo visual panorâmico, todas estão localizadas em uma área de preservação ecológica.

Com a finalidade de preservar o local, o secretário de turismo e cultura do município, Sérgio Aroucha, fechou importantes parcerias com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Sindicato dos Guias de Turismo de Pernambuco e com a Colônia dos Pescadores de Jatobá, localizada em um dos distritos da cidade. Inicialmente, segundo o Secretário, serão trabalhadas em duas vertentes do turismo: o Ecológico e o Pedagógico. “Devido às histórias e o grande potencial turístico das trilhas, acreditamos que essas duas vertentes, sejam inicialmente as mais corretas e recomendadas, até pelas parcerias que fechamos. Com isso, Abreu Lima passa a fazer parte, de um grupo seleto de cidades com esse tipo de potencial”, ressalta Aroucha.

“A preservação é fundamental neste tipo de projeto, para não degradar nem ofender o que temos de mais precioso: o Meio Ambiente. Por isso, o IBAMA resolveu capacitar todos os técnicos das Secretarias de Turismo e Meio Ambiente. Com esta medida esperamos dar uma responsabilidade maior a todos que estão comprometidos com o turismo nesta região. Mas sempre estaremos por perto, conferindo se tudo está sendo preservado, como tem que ser”, concluiu João Bianor, técnico do IBAMA.


Conheça cada uma das Trilhas

Trilha Porto Jatobá ao Rio Timbó
O início desta Trilha é na Colônia dos Pescadores Z-33. Aqui, os “trilheiros” terão 2 km de muita aventura e um contato direto com o trabalho realizado pelos pescadores da região. É indispensável, o passeio pelo Rio Timbó. Lá a paisagem é irresistível, um verdadeiro privilégio. Os bandos de garças brancas sobrevoam o rio num espetáculo maravilhoso. O grau desta trilha é fácil. 

Para quem quer experimentar as iguarias do local, a Colônia de Pescadores também oferece almoço regado a muito peixe e camarão. Se quiser levar um artesanato da região, o mias indicado é aquele feito com a escama do peixe. Dentre eles os mais requisitados são: pulseiras, colares e brincos.


Trilha da Ruína do “Forno de Cal”
O caminho que nos conduz à Ruína do “Forno de Cal” é completamente coberto pela vegetação típica da Mata Atlântica. O percurso tem 2,5 km e a dificuldade é fácil. A caminhada é tranquila por toda extensão da trilha. Ao chegar às Ruínas, você vai encontrar um verdadeiro forno do século XVII em boas condições. O “Forno de Cal” fica localizado no estuário do Rio Timbó. Ele teve seu auge na metade daquele século quando lá se produzia a cal, que era utilizada como fertilizante para a lavoura da cana-de-açúcar. O forno representa um dos vestígios da colonização holandesa, quando da sua passagem na região. 

 
Trilha Ruínas de São Bento e Córrego do Ouro
A Trilha começa exatamente nas Ruínas de São Bento, ponto mais alto da cidade, e segue até a Colônia dos Pescadores. Aqui a história e a cultura se destacam. As Ruínas de São Bento são um marco da história da cidade. A igreja com estilo barroco, fundada em 1660, é a principal atração deste percurso. A caminhada tem 2,5 km e grau de dificuldade médio. Como havíamos dito, um fator que não pode deixar de ser enaltecido é a visão privilegiada do lugar. Belas imagens podem ser registradas por toda a extensão da trilha.

Atividades e ponto de apoio
 
Em todas as trilhas é possível desenvolver atividades como: esportes náuticos, passeio de barco, canoagem, pesca artesanal e esportiva, trekking, mountain bike, motocross e etc.

Para repor as energias gastas durante as trilhas, os turistas podem curtir o Bar da Piscina. O local é bem familiar e aconchegante. O cardápio é bem variado com: peixes, camarão, arrumadinho, galinha cabidela, ostras e sururu entre os outros. Além, é claro, da estrutura de piscinas que são de diversos tamanhos, Você pode reservar seu espaço pelo telefone: (81) 8771-1374.

Caso você queira agendar um grupo para qualquer uma das trilhas é só entrar em contato com a Secretaria de Turismo e Cultura do município. O passeio conta com guias especializados do Sindicatos dos Guias de Pernambuco.Uma das trilhas percorre o Rio Timbó (Divulgação/Prefeitura Abreu e Lima)

Serviço:
Trilhas de Abreu e Lima
Entradas pelas avenidas Brasil e Duque na BR 101
Telefone: 81 3542-4285 Ramal 236
Fonte:Diarío de Pernambuco