Abreu e Lima: Empresa inicia produção têxtil com reeducandas da Colônia Penal Feminina

Em parceria com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), a Rochelle Têxtil começará uma produção de materiais na área de costura com as detentas da Colônia Penal Feminina de Abreu e Lima (CPFAL), a partir desta segunda-feira (3), às 9h. A atividade acontecerá na Unidade 3. Dez máquinas de costura industrial já foram instaladas na unidade.

A Seres explica que essa é uma das formas de criar condições para reintegração das internas à sociedade, por meio do trabalho. Inicialmente, 15 reclusas farão vários serviços de costura, como embalagens de lençóis e fronhas, com uma meta de fabricação de 90 mil peças. 
 
Em 2011, outras parcerias foram firmadas entra a Seres e empresas privadas visando a utilização da mão-de-obra dos reclusos. O órgão informa que foram geradas 3 mil vagas de trabalhos.

Fonte:JC