IFPE solicita ao MEC novo prazo para que municípios de PE doem terrenos - Portal Abreu e Lima em Destaque

Notícias

Portal  Abreu e Lima em Destaque

O maior Portal de Notícias da cidade de Abreu e Lima-PE

test banner

Post Top Ad

test banner

Post Top Ad

test banner

sábado, 16 de junho de 2012

IFPE solicita ao MEC novo prazo para que municípios de PE doem terrenos


Até agora, apenas Abreu e Lima e Paulista atenderam ao cronograma.
Sete cidades devem ganhar unidades, mas só se MEC atender ao pedido.

Com o fim do prazo para que os sete municípios de Pernambuco doassem terrenos para a construção de novas unidades do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), nesta sexta-feira (15), a reitoria do IFPE encaminhou um ofício ao Ministério da Educação (MEC). Segundo nota oficial do instituto, ele se posiciona a favor da permanência dos campi nos municípios de Abreu e Lima, Cabo de Santo Agostinho, Igarassu, Jaboatão dos GuararapesOlinda, Palmares e Paulista. Destes, apenas Abreu e Lima e Paulista atenderam todas as exigências do MEC dentro do prazo.
Como os demais municípios tiveram problemas para entregar todos os documentos, mas apresentaram cronogramas para finalizar as negociações, o IFPE solicitou ao MEC que permita a permanência dos campi, desde que as cidades cumpram os prazos em seus respectivos contratos. Porém, cabe ao MEC conceder este benefício, visto que os prefeitos deveriam doar terrenos sem qualquer impedimento, seja de ordem física, jurídica ou ambiental.
Entenda o casoNo início de 2012, o programa de expansão do IFPE selecionou sete municípios para implantar novas unidades, que deveriam estar prontas até 2013. O governo federal vai realizar um investimento de R$ 7,5 milhões na construção, além de bancar toda a manutenção e o quadro de funcionários.
O acordo inicial é que cada uma das prefeituras deveria entregar o terreno - que deveria ter, no mínimo, dois hectares - até o dia 1° de março, mas só o município de Paulista cumpriu o prazo original. Para começar, cada uma das escolas teria três cursos e 240 alunos. As novas unidades seriam instaladas em sete cidades com mais de 50 mil habitantes: Abreu e Lima,Igarassu, Olinda, Paulista, Jaboatão, Cabo e Palmares – à exceção desta última, na Mata Sul, as demais ficam todas na Região Metropolitana.
Fonte:G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner