Clipping PMAL || Mais fôlego para UPAs no Estado – SAÚDE - Portal Abreu e Lima em Destaque

Notícias

Portal  Abreu e Lima em Destaque

O maior Portal de Notícias da cidade de Abreu e Lima-PE

test banner

Post Top Ad

test banner

Post Top Ad

test banner

sábado, 9 de junho de 2012

Clipping PMAL || Mais fôlego para UPAs no Estado – SAÚDE


JORNAL DO COMMERCIO, DIA 08/06/2012
CADERNO CIDADES – CAPA
Mais fôlego para UPAs no Estado – SAÚDE
Nove unidades serão construídas no Grande Recife, Agreste e Sertão. Outras duas vão receber recursos para ampliação Pernambuco será contemplado com recursos do Ministério da Saúde (MS) para construção e ampliação de Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Unidades Básicas de Saúde (UBS). No Estado, serão implementadas novas UPAs em Abreu e Lima e Ipojuca, no Grande Recife, Goiana e Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, Bezerros, Gravatá, Pesqueira e Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, e Petrolina, no Sertão. Além dessas, as unidades de Camaragibe e Moreno, na Região Metropolitana, serão ampliadas.
Os recursos do governo federal também vão beneficiar 327 postos de saúde de 108 municípios do Estado. Dos R$ 32,7 milhões destinados às UBS, cerca de R$ 400 mil serão investidos na construção de uma nova unidade em Petrolina. Para a implementação das novas UPAs, haverá R$ 17,2 milhões. A verba faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2).
A seleção dos projetos beneficiados, feita pelo Ministério da Saúde, foi publicada na última quarta-feira no Diário Oficial da União. O processo de liberação da verba está em andamento, mas não há prazo para o início das obras. Segundo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, as unidades estão inseridas nas redes prioritárias do ministério para desafogar os atendimentos nas emergências. “Esses novos serviços para a população representam o compromisso do governo federal em aumentar o acesso, com qualidade, dos cidadãos ao SUS, além de ampliar a assistência especializada.”
Nas UBS, a população tem acesso a atendimentos gratuitos em diversas áreas, como pediatria, ginecologia, clínica geral, enfermagem, odontologia entre outras. Nas unidades, os profissionais podem resolver até 80% dos problemas de saúde da população moradora do entorno, além de promover hábitos de vida saudáveis.
Já os atendimentos de média complexidade são realizados nas UPAs, que trata de vítimas de acidentes ou pessoas com problemas cardíacos. As unidades também funcionam para desafogar as urgências dos hospitais do SUS e reduzir o tempo de espera por atendimento, chegando a atender até 97% dos pacientes que as procuram.
Em Pernambuco, o governo do Estado já inaugurou UPAs em Nova Descoberta, Imbiribeira, Caxangá, Torrões, Curado e Ibura, no Recife, Paulista, Olinda, Igarassu, São Lourenço da Mata, Jaboatão dos Guararapes e Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana, e Caruaru, no Agreste. Em todo o País, o ministério vai investir R$ 800 milhões para a construção e ampliação de 5.459 UBS e 192 UPAs.
 Saiba mais 14 – UPAs já foram construídas em Pernambuco, com recursos do governo estadual, sendo 13 no Grande Recife e uma no Agreste49,9 – milhões de reais serão investidos na construção das novas UPAs e ampliação das Unidades Básicas de Saúde em Pernambuco 2.265 – municípios brasileiros receberão recursos do Ministério da Saúde para ampliar os serviços das Unidades Básicas de Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner