Caetés II e III sem segurança - Portal Abreu e Lima em Destaque

Notícias

Portal  Abreu e Lima em Destaque

O maior Portal de Notícias da cidade de Abreu e Lima-PE

test banner

Post Top Ad

test banner

Post Top Ad

test banner

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Caetés II e III sem segurança


Moradores desses bairros localizados em Abreu e Lima denunciam assaltos

Os moradores e comerciantes dos bairros de Caetés II e III, no município de Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife (RMR), reclamam da falta de segurança nas localidades. Segundo eles, várias vias públicas daqueles bairros têm sido o local ideal para que os criminosos invistam em ações como roubos a carro e motos, assalto aos moradores e consumação de drogas. Nas ruas do Limoeiro, São Sebastião, entre outras vias da área, os populares alegam que os crimes são frequentes. 

“Há poucos dias roubaram um carro de uma senhora por trás de uma loja. Aqui sempre tem assaltos, roubos e tráfico de drogas. Tem uma maternidade da localidade mesmo que serve como ponto de tráfico de drogas”, afirmou um morador. “Aqui as motos são as mais assaltadas. Meu primo mesmo foi assaltado na porta de casa. Ele não tinha chegado a pagar nem a primeira parcela da moto”, acrescentou um comerciante da região. 

Ainda de acordo com os residentes, a ronda policial até passa pelas ruas com frequência, porém, quando os policiais não estão por perto os criminosos aproveitam para assaltar, roubar e consumir drogas. O tenente-coronel do 17º Batalhão de Polícia Militar de Pernambuco (BPM), Hailton Araújo, explicou que atualmente três carros da polícia realizam as rondas na área. “Uma viatura atende o comércio local, outra cobre a área e viatura do Gati dá apoio à segurança na região”. 

Ainda segundo o coronel, a onda de assaltos pode ter ligação com um dos maiores assaltantes da localidade, que foi preso. “Nesses últimos dias prendemos um rapaz chamado Marcelo. Ele foi preso, justamente, assaltando. A ele é atribuído uns 100 assaltos na área”, contou. Diante das denúncias, o coronel orientou ainda que a população procure a delegacia e Batalhão do 17º (Batalhão) para prestar informações, pois só desta forma conseguiremos diminuir os crimes na área. “Precisamos ouvir a população e com isso fazer um diagnóstico e ver o que vamos fazer para diminuir os assaltos”



Fonte:Folha PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner