Projeto social ensina música a crianças e adolescentes de Abreu e Lima - Portal Abreu e Lima em Destaque

Notícias

Portal  Abreu e Lima em Destaque

O maior Portal de Notícias da cidade de Abreu e Lima-PE

test banner

Post Top Ad

test banner

Post Top Ad

test banner

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Projeto social ensina música a crianças e adolescentes de Abreu e Lima

Penas alternativas servem para compra de instrumentos musicais

Alunos e professores durante a aula inaugural e estreia dos uniformes do projeto


  Em Abreu e Lima, uma bela iniciativa está ajudando a transformar crianças e adolescentes das escolas da Rede Municipal em músicos. Trata-se do Projeto Viva a Música, que reverte penas alternativas na compra de instrumentos musicais.
   A idéia do projeto foi do músico Abdon Claudino da Silva que, junto com seu irmão Ademir Claudino, a levou ao promotor de Justiça da cidade Epaminondas Ribeiro Tavares. Logo a iniciativa ganhou a parceria da juíza Cristina Reyna, da Vara da infância e da Adolescência da Comarca de Abreu e Lima. Em seguida, veio o apoio da Prefeitura de Abreu e Lima, através da Secretaria de Educação. “Quando levamos a ideia às autoridades, o apoio foi imediato. Estamos felizes porque o projeto saiu do papel e já está funcionando”, comemora Abdon, que trabalha no Fórum de Abreu e Lima.
  No Centro Comunitário (Cecom) de Timbó, os alunos aprendem teoria e prática musical com professores voluntários da própria cidade, como é o caso de Elíudo Pereira de Souza, que ensina teclado. “O objetivo a médio prazo é forma uma orquestra para se apresentar nas escolas, incentivando outros alunos a aprenderem música”, afirma Elíudo Souza.
  De acordo com a juíza Cristina Reyna, as penas pecuniárias, oriundas de Termos Circunstanciais de Ocorrência (TCO) são destinadas à compra de instrumentos musicais. “Antes, era comum se estipular a doação de cestas básicas, agora as pessoas compra instrumentos como violão e flauta ”, afirma.
  TCOs são crimes com menor potencial ofensivo, como ameaças, calúnias, desacato, receptação simples etc. Devido a pauta sobrecarregada, as três varas da Comarca de Abreu e Lima costuma fazer mutirões de TCOs, redundando em muitas condenações.
   O objetivo do projeto é oferecer aos jovens oportunidade de aprender música e também se ocupar com uma atividade lúdica, que não lhe dê chance a se envolver com coisas ilícitas, como as drogas. “Esta é uma grande preocupação nossa. Lidamos diariamente com o envolvimento de adolescentes com drogas. Iniciativas como essa são uma forma de chamar os jovens para uma coisa boa, para um objetivo de vida”, afirma Reyna.
   As aulas de música ocorrem de segunda a sábado pela manhã. A Prefeitura de Abreu e Lima entra com a infraestrutura do projeto cedendo o prédio, uniforme e pessoal de apoio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner