Prefeitura de Abreu e Lima contra a Dengue - Portal Abreu e Lima em Destaque

Notícias

Portal  Abreu e Lima em Destaque

O maior Portal de Notícias da cidade de Abreu e Lima-PE

test banner

Post Top Ad

test banner

Post Top Ad

test banner

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Prefeitura de Abreu e Lima contra a Dengue


A Prefeitura de Abreu e Lima, através da sua diretoria de Vigilância à Saúde, promove diversas ações para combater a dengue. Inclusive está intensificando estas ações aos sábados, recuperando casas fechadas. Sábado passado (14/04) foram visitados 170 imóveis nos bairros Centro e Fosfato (área 01).
Supervisores e 12 agentes ambientais de controle de endemias seguem visitando moradias para eliminar locais de risco. Neste sábado, 21, (mesmo sendo feriado) a equipe vai para os bairros de Caetés I e II (área 4). Sábado (28) será a vez dos bairros Matinha, Desterro e Caetés Velho (área 02). E no dia 05, nos bairros de Timbó, Planalto e Caetés III (área 3).
 Além isso, a Prefeitura cumpre as determinações do Ministério da Saúde para combater o mosquito transmissor da doença. O município possui aproximadamente 37.000 imóveis a serem trabalhados em dois meses (ciclo), com meta de concluir seis ciclos ano.
Entre os anos de 2005 e 2009, foram registrados 102 casos da doença. “Mas graças à ação dos agentes de saúde os casos são reduzindo a cada ano”, conta Clodoaldo Borba, diretor da Vigilância à Saúde da PMAL. O programa desenvolve ações para diminuir os riscos da transmissão da doença e detectando novos casos para tratamento adequado.
Os agentes são zoneados por área com média de 1000 imóveis realizando as seguintes atividades: inspeção domiciliar; avaliação e orientação na conduta a ser tomada no manejo ambiental e proteção dos depósitos desprotegidos; tratamento mecânico nos depósitos em risco; tratamento químico focal (colocação de inseticida nos depósitos de água);  tratamento perifocal (pulverização dos locais de riscos potenciais de focos dos mosquitos como borracharias ,ferro velho, lixo reciclados etc.).
Mas o diretor ressalta que a participação da população é fundamental. Inclusive no final do mês de fevereiro fez uma grande convocação de toda a sociedade para um encontro com os gestores municipais para explicar como é feito o trabalho da vigilância e aproveito para pedir a colaboração de todos.
“O principal papel do agente é realizar o controle mecânico dos recipientes que propiciam riscos (pneu, tampas de garrafas, casca de ovo, qualquer objeto que possa acumular água), removendo para um local adequado ou até mesmo modificar sua estrutura para que evite o acúmulo de água. Com a grande responsabilidade de conscientizar a população sobre sua responsabilidade neste controle da transmissão da doença, pois 90% dos casos os focos são encontrados nas residências destes moradores”, explica Clodoaldo que disse que quando uma pessoa acha que esta com a doença deve procurar imediatamente um posto de saúde mais próximo de sua casa para ser notificado e os agentes de controle de endemias visitarem o local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner