Estudantes e população em Abreu e Lima cobram agilidade do Executivo para garantir câmpus do IFPE no município - Portal Abreu e Lima em Destaque

Notícias

Portal  Abreu e Lima em Destaque

O maior Portal de Notícias da cidade de Abreu e Lima-PE

test banner

Post Top Ad

test banner

Post Top Ad

test banner

quinta-feira, 8 de março de 2012

Estudantes e população em Abreu e Lima cobram agilidade do Executivo para garantir câmpus do IFPE no município


Com medo de não poderem usufruir de um câmpus do Instituto Federal de Pernambuco, estudantes e população se reuniram na última terça-feira, no auditório da câmara municipal de Abreu e Lima para cobrarem do governo municipal maior agilidade em informar o local exato onde a unidade de ensino seria construída. Os alunos ficaram temerosos depois de saberem por uma reportagem do JC no último sábado, que o município poderia não receber mais o prédio do IFPE por que a prefeitura não teria cumprido o prazo de formalizar a transferência definitiva do terreno escolhido.


O governo municipal assinou um termo de compromisso com o Ministério da Educação (MEC) assumindo a responsabilidade de, em um período de 150 dias, indicar o terreno e regularizar o repasse para o IFPE, mas terminou não cumprindo o prazo. A próxima sexta-feira (9) foi escolhida como uma nova data para que a prefeitura de Abreu e Lima agilize toda a documentação.

Desde o dia 30 de setembro do ano passado, uma comissão do IFPE acompanha o passo a passo das prefeituras, com reuniões quinzenais. Segundo a presidente dessa comissão, Maria José Amaral, a dimensão dos terrenos (deve ter no mínimo dois hectares), características ambientais (em área alagada, aterro ou com relevo, por exemplo) e impedimentos jurídicos são os principais empecilhos citados pelos prefeitos para definir o espaço para construção das escolas.

“Infelizmente os prefeitos não estão tendo a dimensão do que vai representar para suas cidades a implantação de um câmpus do instituto. Somente em Paulista o prazo foi cumprido”, observou Claúdia Sancil, reitora do IFPE ao JC. O MEC vai repassar R$ 7,5 milhões para construção das novas escolas. Inicialmente, cada uma terá três cursos técnicos, escolhidos por meio de audiências públicas. A meta da reitora do IFPE é inaugurar as unidades ano que vem, embora o ministério tenha estipulado 2014 como limite para início das atividades dos novos câmpus em todo o País.



Fonte:http://www.informepe.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner